.

.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

WLA BRAZUCA


A pintura da moto merece uma explicação, não queria caracterizar a moto com a clássica estrela pois não é e nem nunca foi uma moto do exército americano, portanto queria deixa-la como viatura antiga brasileira. Durante minhas pesquisas descobri que o Brasil enviou duas motos  WLAs para a Itália junto com a FEB  http://www.ecsbdefesa.com.br/fts/WLA.pdf , inspirado nisso passei para a pintura



 O Cruzeiro do Sul era usado em todas as viaturas militares, os  numero nos tanques são diferentes dois dois lados, usei o número de série das duas WLAs Brazucas da FEB como homenagem, o BRA creio que não precisa ser explicado


No paralamas dianteiro foi apenas o Cruzeiro do Sul na ponta e a calibragem do pneu na sua lateral, no paralamas traseiro usei o FEB em homenagem a honrosa Força Expedicionária Brasileira e o 210C foi a divisão onde essas duas WLAs serviram. Na lateral do bagageiro traseiro foi pintada a calibragem do pneu traseiro

Uma curiosidade ficou por conta do acabamento da pintura, falei para o Arthur que queria um branco com cara de antigo e feito de forma grosseira como era feito nas viaturas militares, ele não teve dúvidas, fez o branco com aspecto de antigo desgastando a pintura, não era o que eu havia imaginado mas por votação popular e falta de coragem de refazer tudo, assim ficou !

3 comentários:

Lord Of Motors disse...

entendi o conceito da pintura e o que te desagradou.
Mas ficou do caralho, também.

Hadys disse...

Lord, o tanque vai voltar para terminar o trabalho de resina por dentro e já combinei de dar um retoque nas letras e numeros que ficaram com partes faltando, vai dar uma atenuada e ai sim eu vou ficar satisfeito !
Abçs

Vitor e Ana disse...

Estou impressionado e gostaria de ser colocado na fila para uma eventualidade (milagre?) de outro projeto como esse.

Sou apaixonado pela WLA...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...