.

.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

PANHEAD DUOGLIDE 1960






Essa moto pertence ao Silvestre, dono da Silverstone, foi restaurada por ele, falta pouca coisa para ser moto de 100 pontos ( critério máximo de avaliação para placa preta ) e tem uma história muito legal, essa moto foi comprada junto com outras nove para o desfile de inauguração de Brasilia, depois foram distribuidas para a policia federal em vários estados, essa e mais duas foram para o Rio Grande do Sul, em 1973 foram a leilão em péssimo estado, verdadeiras sucatas, foram todas arrematadas por um comprador de São Paulo que posteriormente as revendeu uma a uma, no estado que havia comprado, uma está com o Silvestre, outra está comigo ( a Duoglide que aparece em restauração em algumas postagens ) e a terceira eu também conheço o dono. Essas outras duas estão restauradas em vermelho, a minha está sendo feita em amarelo ( kit já está na pintura ) pois apesar de não existir como cor de catálogo em 1960, é a cor que consta na nota fiscal do leilão de 1973 ( que encontra-se devidamente conservada junto com o diário oficial com o edital do leilão ), ou seja, será a unica na a cor que saiu da fábrica ( podia ser feita em qualquer cor sobre encomenda com custo extra ), assim que acabar a bobber, subo a Panhead no cavalete e começo a postagem da restauração, já em andamento e devidamente documentada, quero terminar a moto antes da festa de 50 anos da inauguração de Brasilia, quem sabe não colocamos essas 3 no desfile.

Um comentário:

Cara de Mau disse...

Seria sensacional colocar as essas três meninas no desfile 50 anos depois..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...