.

.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

IMPORTAÇÕES



Faço a importação direta das peças que preciso, sempre via net, até hoje sem grandes problemas, como sempre vejo que as pessoas tem muitas duvidas/medos de fazer o mesmo, resolvi fazer um tutorial:
1- faço importações via correio, no sistema importa fácil, que permite importações até U$ 3 mil, sem necessidade de guias de importação ( dai o nome importa fácil ), limitada também pelo tamanho da peça ( a restrição se dará na hora da remessa ), já importei paralamas de frente springer sem problemas, não sei qual a cubicagem exata.
2 - os impostos são de 60% sobre o valor total ( preço da peça somado ao frete ), independente do valor ( seja 1 ou 3000 dólares ), pagos na chegada da peça, recebe-se um aviso do correio mais próximo ao local de destino com o valor a ser pago, paga-se diretamente na agência do correio, não aceitam cheques nem cartão de crédito ( débito aceitam ), já recebi peças com o valor do imposto calculado errado ( duas vezes o frete ), fiz a reclamação em formulário próprio no correio e após alguns dias recebi o valor correto a ser pago.
3- Existe um folclore sobre identificação como presente, isso só é isento de impostos de for até U$50 de valor total, identificado como gift, remetente e destinatário pessoa física, uma loja não pode lhe remeter como presente.
4- não existe regra sobre quando irá se pagar o imposto, funciona por amostragem, as vezes peças baratas pagam impostos e peças caras não, tipo luz verde/vermelha na alfândega.
5- procure o PayPal ( www.paypal.com ), cadastre um cartão de crédito internacional e todas as suas transações poderão ser feitas por intermédio deles, sem a necessidade de ficar colocando numeros e códigos do seu cartão em cada compra ( acho que o site já está em português ), eles tinham um sistema interssante de cadastro, faziam um débito de U$1 no seu cartão de crédito, você envia uma cópia do extrato com esse débito para confirmar que o cartão é seu e eles ativam a conta ( e ainda creditam o dolar de volta em sua primeira compra )
6- sempre faço a seguinte conta : preço da peça + frete + impostos ( 60% ), se o preço for o mesmo daqui, importo, pois existe a possibilidade de chegar livre do imposto.
7-negociações do tipo envio com preço declarado reduzido são um risco, uma vez uma besta me enviou uma peça com um valor reduzido, sem que eu fizesse a solicitação, talvez querendo ajudar, não engoliram e eu fui taxado em um valor que devia ser umas duas vezes o valor que havia pago na peça, não existe mais gente boba e a internet está ai pra se checar o preço real de tudo em poucos minutos.

Se ficaram duvidas, faça perguntas nos comentários, assim outros vão se beneficiar das respostas

3 comentários:

Gustavo O disse...

É sempre bom ler relatos e explicações como essas de importações. Muito obrigado e parabéns pelo site!

Arcanjo disse...

Quanto mais eu leio isso aqui, mais eu te adimiro. Como diz o Obama: É vc que é o Cara!

[]´s Renato Flôr

Orlando disse...

Cara, primeira vez que vejo teu site, não sou muito fã de internet, mas parabéns, sempre tive dúvidas com relação a compra de produtos importados... vou continuar lendo. parabéns

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...