.

.

domingo, 15 de março de 2015

TORTON, CONTINUANDO A AVALIAÇÃO

depois de uma lavada, melhor dizendo, um banho de esponja, já que nesses tempos bicudos, temos que ser politicamente corretos e economizar água, retirei o tanque e passei a uma olhada mais critica:


O quadro está em bom estado, sem trincas ou reparos de solda aparentes. Como a idéia é preocupar-se por hora apenas com a parte funcional, deixando a estética para uma segunda etapa, nada a mexer por aqui.

Como eu já havia comentado em um post anterior, os cabos estão em petição de miséria mas os comandos, manetes, punho do acelerador e o controle do afogador estão em condições aceitáveis.

A mesma coisa para o outro lado. Aqui temos a embreagem, o controle do avanço e a alavanquinha em baixo é o descompressor, que serve para desligar o motor.  Tudo funcional então, toca em frente.

A embreagem está um pouco estranha, parece ter um curso muito curto. Pode ser só por causa do mau estado do cabo mas, de qualquer modo, a alavanca de acionamento dentro da caixa parece estar em um ângulo estranho, muito alta então, é algo a verificar quando o cabo for trocado.
Tentei sacar a alavanca da partida para verificar o estado da mola de retorno que parece meio fraca, mas após sacar a porca, a alavanca parecia muito decidida a ficar onde estava e o sacador que eu emprestei do Hadys tinha as garras muito grossas para entrar no pequeno espaço entre a alavanca e a capa da mola. Vai ter que esperar por um sacador menor ou até que eu tenha coragem de dar uma boa pancada na ponta do eixo para ver se a alavanca salta fora.

Aqui um detalhe interessante, o platinado, opção jurássica aos modernos módulos eletrônicos, é apenas uma chapinha e gira solidário com a mesa.

Well, agora é limpar o carburador e ver como ele vai se comportar já que chegou o jogo de juntas que eu comprei pelo ebay.uk (United Kingdom) para isso.
Depois eu conto o resto, abs.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...